SynthSolution

Objectivos e inovações do projeto

Assegurar um acesso de qualidade superior: Utilizando Portugal como porta de entrada, o projeto visa proporcionar à Itália e à França um acesso sem descontinuidades aos plásticos, PVC e produtos semi-acabados brasileiros.

Qualidade Garantida: Reconhecendo os padrões das indústrias europeias, apenas materiais certificados e garantidos de fornecedores brasileiros confiáveis são adquiridos. Isso garante que os participantes recebam produtos que atendam às suas altas expectativas.

Vantagens para os participantes: Para além da qualidade, o projeto promete aos participantes uma grande vantagem em termos de preços. Tirando partido das compras a granel e da posição estratégica de Portugal, é possível otimizar os custos, oferecendo materiais a preços competitivos.

Fortalecimento de laços: O projeto não tem apenas um objetivo comercial, mas também visa reforçar os laços históricos entre Portugal e o Brasil, abrindo caminhos para futuras colaborações e crescimento mútuo.

Com a procura cada vez maior de plásticos, PVC e produtos semi-acabados na Europa, é essencial que o aprovisionamento seja eficaz e eficiente. O Brasil, rico em recursos e competências nestes sectores, surge como um candidato privilegiado para essas importações. No entanto, as linhas de comércio direto entre o Brasil e os principais mercados da UE necessitam de um ponto de acesso estratégico, que é onde Portugal, com as suas vantagens históricas e geográficas, entra em jogo.

Os laços históricos de longa data entre Portugal e o Brasil tornam-no um intermediário ideal para este comércio. A língua e o património cultural comuns, combinados com acordos comerciais extensos, facilitam as negociações e as operações comerciais. Para além disso, a localização geográfica de Portugal constitui uma porta de entrada eficaz para o mercado europeu mais vasto.

O Brasil é uma potência na indústria mundial de plásticos e oferece uma gama completa de materiais, desde resinas básicas até compostos mais complexos. Técnicas avançadas de fabricação, especialmente moldagem por injeção e extrusão, ressaltam sua versatilidade. Com uma vasta rede de mais de 11.000 empresas especializadas, o Brasil atende habilmente a uma variedade de sectores, estabelecendo-se como um importante pivô no comércio de plásticos, servindo indústrias tão diversas como a automóvel e a eletrónica. O que realmente distingue o Brasil é o seu compromisso incansável com a sustentabilidade e a qualidade. O país dá prioridade a práticas amigas do ambiente, em particular à reciclagem, assegurando que a gestão ambiental permanece na vanguarda das suas actividades industriais. Além disso, a reputação do Brasil de fornecer produtos de qualidade a preços competitivos, mantendo a pontualidade, reforça a sua posição de destaque no mercado global. Desta forma, o Brasil surge não apenas como um fornecedor, mas como um parceiro de confiança na indústria de plásticos.

Atualmente, os principais compradores destes produtos são a Itália e a França, com as suas importantes produções de mobiliário, painéis e automóveis, entre outras produções diversas.
A Itália, mais em pormenor, é conhecida pela sua indústria de mobiliário e design de luxo, depende fortemente de plásticos e PVC de qualidade para o fabrico de mobiliário contemporâneo, acessórios de design e elementos de decoração complexos. Estes materiais são cruciais no sector automóvel italiano para componentes interiores e na indústria da moda para acessórios e pormenores.
Para além dos famosos sectores franceses do mobiliário e do design de interiores, estes materiais também encontram aplicação na extensa indústria de construção do país, especialmente em soluções de habitação modernas e energeticamente eficientes. A França também utiliza extensivamente o PVC no seu sector de energias renováveis em expansão, particularmente no fabrico de pás de turbinas eólicas.

Este projeto é mais do que uma simples iniciativa comercial. É uma ponte estrategicamente concebida que junta o melhor de dois mundos, canalizando a produção do Brasil através da vantagem histórica e geográfica de Portugal para satisfazer os elevados padrões de Itália e França. Ao fazê-lo, promete remodelar o panorama das importações de plástico e PVC na União Europeia.

Ler o blogue

Todas as entradas

pt_PTPortuguês